Uma vez que registrar um domínio? O jeito simples e barato

Porquê registrar um domínio? O jeito simples e barato

O primeiro passo de uma vez que registrar um domínio é escolher um nome único e uma extensão, verificar a disponibilidade e escolher um registrador confiável para completar o registro. Quer mais detalhes? Levante cláusula vai tirar todas as suas dúvidas. Boa leitura!  Com um faturamento bilionário – e que só aumenta a cada ano – o Ecommerce se tornou o via de vendas principal de muitos negócios. Em meio a isso, é difícil encontrar, hoje, uma empresa que não esteja preocupada em estabelecer uma poderoso presença online. Para ter um site próprio, no entanto, é preciso seguir alguns cuidados básicos. Dentre eles, um dos mais importantes é o registro de domínio. Isso é o que garante que o seu site terá o nome da sua empresa e poderá ser encontrado facilmente por clientes em potencial. Um zelo importante, não concorda? Por isso, neste cláusula, vamos te ensinar uma vez que registrar um domínio e ainda responder algumas dúvidas comuns sobre o ponto. Temos certeza de que, depois de ler levante cláusula, você estará pronto para produzir um domínio próprio e dar os primeiros passos na construção do seu Ecommerce. Vamos inaugurar? 👉 Se você é daqueles que prefere testemunhar, em vez de ler, confira o vídeo inferior. Nele, Fabio Ludke, empresário e consultor de Ecommerce, mostra todos os passos para registrar um domínio com sucesso. Assista agora!

O que é um domínio?

Em termos simples, um domínio zero mais é do que o endereço único de um site na internet, uma identidade do dedo que permite aos usuários acessá-lo facilmente. Imagine o domínio uma vez que o endereço residencial do seu site na vasta “cidade” que é a internet. Cada domínio é individual, garantindo que, quando alguém digita esse endereço específico no navegador, ele seja direcionado para o seu site e nenhum outro. Por exemplo, ao inserir “www.ecommercenapratica.com” no navegador, você é levado diretamente ao nosso site. Ao registrar um domínio, você assegura o uso individual desse endereço por um período, geralmente um ano, posteriormente o qual é necessário renová-lo para manter a propriedade e o controle sobre ele. O noção de domínio foi desenvolvido para substituir os complexos endereços IP, que são sequências numéricas longas e difíceis de memorizar, usadas para identificar sites individualmente. Por isso, além de tornar o aproximação mais fácil para os usuários, o nome de domínio também ajuda a estabelecer uma marca poderoso e reconhecível. Um domínio é constituído por um nome e uma extensão, uma vez que em “suamarca.com.br”, onde “suamarca” é o nome e “.com.br” a extensão. A escolha da extensão é vital, com opções uma vez que .com, .org, .net, entre outras. Mas falaremos mais sobre isso em breve… 😉

Porquê funciona o registro de domínio?

No Brasil, os domínios com a extensão “.br” são gerenciados pelo Registro.br, a entidade responsável por registrar e manter esses domínios no país. Para domínios internacionais, uma vez que “.com” ou “.net”, a mando é o ICANN, uma organização global que supervisiona os registros de domínios em todo o mundo. Empresas uma vez que a HostGator, GoDaddy ou Hostinger desempenham um papel intermediário nesse processo, simplificando a compra de domínios para você. Ao escolher registrar seu domínio através de um site terceiro, eles cuidam de toda a informação necessária com o Registro.br ou o ICANN para prometer que seu domínio seja registrado sem complicações. Antes de iniciar o registro, é crucial verificar a disponibilidade do domínio desejado. Isso porque só é provável registrar um domínio que não esteja em uso por outra pessoa, empresa ou entidade. Felizmente, essa verificação é um processo simples: basta inserir o nome do domínio solicitado em um campo de pesquisa no site de um registrador de domínios. Se o domínio estiver disponível, você pode prosseguir com o registro imediatamente, dando o primeiro passo para estabelecer sua identidade do dedo. ⭐ Leia também: O que é Branding: entenda TUDO.

Os 3 principais tipos de domínios

Existem três tipos principais de domínios, cada um com suas características e funções específicas: o domínio principal, o subdomínio e o domínio suplementar. Vamos explorar os detalhes de cada um para entender melhor uma vez que eles funcionam e as vantagens que oferecem.

1. Domínio principal

O domínio principal é o endereço principal do seu site na internet. Ele é constituído por um nome único e uma extensão, uma vez que no exemplo “google.com”, onde “google” é o nome e “.com” é a extensão. Levante é o domínio que você registra e é individual para o seu site. O domínio principal é a base para a sua identidade do dedo e é através dele que os usuários encontram seu site na internet. O processo de registro e as diferentes opções de extensões vão ser explicados neste cláusula! 😁

2. Subdomínio

Um subdomínio é uma extensão do seu domínio principal e funciona uma vez que um endereço secundário dentro do seu site principal. Ele permite produzir várias seções ou páginas distintas sob o mesmo domínio principal. Por exemplo, “mail.google.com”, “docs.google.com” e “www.google.com” são todos subdomínios de “google.com”. Os subdomínios são úteis para organizar diferentes áreas do seu site, uma vez que um blog, uma loja online ou um portal de suporte, sem a urgência de registrar novos domínios.

3. Domínio suplementar

O domínio suplementar é utilizado quando você possui mais de um domínio e deseja mantê-los independentes, mas gerenciados sob a mesma conta de hospedagem. Isso é principalmente útil para empresas ou indivíduos que operam múltiplos sites com diferentes nomes de domínio. Ao juntar um domínio suplementar à sua conta de hospedagem, você pode gerenciar todos os seus sites de um único lugar, facilitando a governo e a manutenção.

Documentos necessários para registrar um domínio

Porquê você já sabe, entender uma vez que registrar um domínio para seu site é um passo importante. Agora, o que você precisa saber é que existem alguns documentos necessários para realizar esse processo. Listamos todos cá:

Para domínios nacionais (.br)

Ao registrar um domínio .br, é necessário apresentar um CPF ou CNPJ, no caso de empresas brasileiras. Outrossim, informações pessoais uma vez que nome, e-mail e endereço são fundamentais. Para pessoas jurídicas, principalmente entidades governamentais e educacionais, podem ser solicitados documentos adicionais específicos para justificar a natureza da instituição.

Para domínios internacionais

Já no caso de domínios internacionais, uma vez que .com ou .net, o processo é mais simplificado. É preciso fornecer dados pessoais básicos, incluindo nome completo, e-mail, telefone e endereço. Um vista importante é a verificação por e-mail: posteriormente o registro, você receberá um e-mail de confirmação, e é importante clicar no link enviado para validar o registro. Lembre-se de usar um e-mail que você verifica regularmente, pois se a verificação não for concluída em até 15 dias, o ICANN pode suspender o domínio até que a confirmação seja feita.

A formação de um domínio

A formação de um domínio é a base da identidade online de uma empresa. Um domínio muito planejado não só facilita o aproximação ao seu site, mas também reflete sua marca ou propósito. Um domínio pode ter até 3 partes: o nome, a extensão e, opcionalmente, o código do país. Porquê você pode ver inferior, o site do Ecommerce na Prática só tem os 2 primeiros elementos.

Nome do domínio

O nome do domínio é a sua primeira oportunidade de promover uma sentimento marcante. Ele deve ser uma representação direta da sua marca, resultado ou serviço, sendo a secção mais personalizável do domínio. Ao escolher o nome, é importante considerar a facilidade de memorização e sotaque. Um nome pequeno e cativante pode ser um diferencial significativo. Há algumas regras a serem seguidas:

  • O nome deve ter entre 2 e 26 caracteres, sem recontar a extensão;
  • Embora domínios .br permitam caracteres acentuados, eles não são recomendados devido à incompatibilidade com alguns servidores de e-mail;
  • Outrossim, o nome do domínio não deve inaugurar ou terminar com um hífen, e não há relevo entre letras maiúsculas ou minúsculas.

Extensão de domínio

A extensão, ou gTLD, é o que define a categoria do seu domínio. Ela é um indicativo do foco do seu site, seja mercantil, governamental, educacional, entre outros. As extensões mais conhecidas incluem .com, .org e .net, mas há uma variedade crescente de novas gTLDs, uma vez que .tech, .life e .store, que oferecem mais opções para alinhar o domínio ao seu nicho específico. A escolha da extensão é um passo estratégico para simbolizar adequadamente sua marca ou atividade na web.

Código do país

O código do país, ou ccTLD, é uma extensão de duas letras que indica o país de origem do domínio. Embora não seja obrigatório, ele pode ser uma escolha estratégica para empresas que desejam enfatizar sua localização ou foco de mercado.  No Brasil, por exemplo, os domínios terminados em .br são gerenciados pela Registro.br. Além de seu uso tradicional, algumas ccTLDs ganharam popularidade por significados alternativos, uma vez que .bz para “business”, .cc para “Creative Commons”, .co para “companhia” e .tv, amplamente usada para teor de mídia e audiovisual.

Porquê registrar um domínio? 5 passos essenciais

Registrar um domínio é um passo fundamental para estabelecer sua presença online. Levante processo pode ser simples, mas requer atenção e planejamento escrupuloso. Vamos detalhar os passos essenciais para registrar seu domínio, começando pelo mais importante: a escolha e verificação da disponibilidade do nome do domínio. Vamos inaugurar?

1. Escolha um nome de domínio e verifique a disponibilidade

O primeiro passo para registrar um domínio é escolher um nome que represente sua marca, resultado ou serviço de forma clara e memorável. Uma vez que você tenha algumas ideias, é hora de verificar se o nome está disponível. Para verificar a disponibilidade do domínio, você pode utilizar ferramentas online uma vez que as oferecidas pelo Registro.br ou por empresas terceiras, uma vez que a Hostinger. Esses sites permitem que você insira o nome desejado e verifique se ele está livre para registro. Se o nome escolhido já estiver em uso, não se preocupe, pois essas ferramentas geralmente sugerem variações ou extensões alternativas. Embora existam muitas opções de extensões, opções uma vez que “.com” ou “.com.br” são frequentemente recomendadas por sua popularidade e reconhecimento no Brasil. Se você deseja entender melhor cada categoria de extensão disponível, o Registro.br oferece uma explicação detalhada que pode ajudar na sua escolha. 👉 Leia também: Qual a diferença entre razão social e nome fantasia?

2. Selecione um registrador de domínio

Escolher um registrador de domínio confiável é outro passo importante no processo de registro. Um registrador de domínios é uma entidade que gerencia a suplente e manutenção de nomes de domínio, atuando uma vez que intermediário entre você e a ICANN, a organização responsável pela coordenação global de domínios. Ao selecionar um registrador, é vital considerar a segurança, a infraestrutura e as ferramentas oferecidas para proteger seu domínio contra ciberataques e fraudes.

2.1 Registro.br

O Registro.br é a entidade brasileira responsável pela gestão de domínios .br. É uma escolha popular para empresas e indivíduos no Brasil, oferecendo um processo de registro direto e suporte para extensões específicas do país. Outrossim, o Registro.br fornece um envolvente seguro, com opções de DNSSEC para prometer a autenticidade e integridade dos registros DNS.

2.2 GoDaddy

GoDaddy é um dos registradores de domínio mais conhecidos globalmente. Oferece uma ampla gama de serviços, incluindo registro de domínio, hospedagem web e ferramentas de segurança uma vez que SSL/TLS. GoDaddy é divulgado por sua interface de usuário amigável e suporte ao cliente, tornando-o uma opção sedutor para iniciantes e profissionais.

2.3 Hostinger

Hostinger não é unicamente um serviço de hospedagem, mas também oferece registro de domínios. É uma opção popular devido à sua combinação de preços acessíveis e suporte ao cliente. A Hostinger facilita a verificação da disponibilidade de domínios e oferece uma variedade de extensões, além de recursos de segurança uma vez que SSL/TLS para proteger seu site e dados dos usuários.

3. Selecione sua extensão de domínio

Porquê já vimos neste cláusula, a extensão de um domínio é a secção que vem depois do nome, uma vez que “.com” ou “.org”. Ela é super importante porque diz muito sobre o seu site. Por exemplo, “.com” é geralmente usado por empresas, enquanto “.org” é mais para organizações sem fins lucrativos. Existem muitas extensões diferentes, mas as mais comuns são “.com”, “.org” e “.net”. Essas extensões são fáceis de lembrar e por isso muita gente gosta de usá-las. Ao escolher a extensão, pense no que ela representa e uma vez que ela se encaixa com o que você quer mostrar no seu site.

4. Compre o domínio desejado

Posteriormente resolver sobre o nome e a extensão do domínio, o próximo passo é efetivamente adquiri-lo. Levante processo é geralmente simples e direto:

  • Visite o site do registrador de domínios escolhido;
  • Digite o nome de domínio desejado na barra de pesquisa e clique em “Buscar”;
  • Se o nome estiver disponível, você pode prosseguir clicando em “Registrar agora”. Caso contrário, explore outras opções ou tente uma extensão dissemelhante;
  • Escolha por quanto tempo deseja registrar o domínio. Opções comuns incluem um, dois ou três anos. Lembre-se de que períodos mais longos podem oferecer maior economia;
  • Posteriormente selecionar o período de registro, prossiga para o checkout e complete a transação.

Uma vez registrado, o próximo passo é conectar o domínio ao seu site. Isso geralmente envolve configurar os servidores de nome de domínio (DNS) para mostrar para o seu provedor de hospedagem. Posteriormente essa forma, seu domínio estará ativo e pronto para ser compartilhado com seu público e potenciais clientes. Lembre-se, a escolha do domínio é uma decisão estratégica que reflete a identidade e os objetivos do seu site. Portanto, dedique tempo e atenção a cada lanço desse processo para prometer que seu domínio seja não unicamente funcional, mas também uma representação leal da sua marca ou projeto online. 🖥️ Leia também: Porquê configurar domínio Nuvemshop (passo a passo)

5. Verifique o domínio

Para que seu domínio apareça na internet, ele precisa estar vinculado a um servidor de hospedagem. Isso é feito através do apontamento DNS, que é uma vez que um código que liga o domínio ao IP do servidor onde seu site está hospedado. Quando alguém digita seu domínio no navegador, o DNS direciona para o sítio correto na internet onde seu site está. Posteriormente fazer qualquer diferença no DNS, uma vez que durante o registro do domínio, é preciso esperar um tempo para que essa mudança se propague pela internet. Esse tempo varia, pois depende de uma vez que os provedores de internet e servidores pelo mundo atualizam seus sistemas. Em alguns lugares, essa atualização pode ser rápida, enquanto em outros pode levar mais tempo. Para fazer a verificação do processo, você pode usar o banco de dados WHOIS, plataformas online especializadas em fornecer informações detalhadas sobre domínios. Para usar, basta digitar o endereço do seu domínio nelas. Elas vão mostrar várias informações, uma vez que quem registrou o domínio, a data de registro, se está ativo ou não, e outros detalhes uma vez que:

  • Nome do servidor onde o domínio foi registrado;
  • DNS para onde ele está apontando;
  • Status do domínio (ativo ou inativo);
  • Datas de geração e vencimento do registro;
  • Dados de contato do responsável pelo domínio.

Porquê escolher um nome de domínio?

A escolha do nome de domínio é um momento decisivo, pois ele atua uma vez que o cartão de visitante do dedo do seu empreendimento. Para asseverar que seu domínio se destaque e permaneça na memória dos usuários, considere as seguintes estratégias:

1. Relacione com a marca

O nome do domínio deve ter uma relação direta com sua marca ou negócio. Se você já tem uma marca estabelecida, o ideal é usar o mesmo nome para o domínio. Isso ajuda a manter a consistência e facilita para que os clientes o encontrem online.

2. Mantenha a simplicidade

Um bom domínio deve ser simples e ter entre 2 e 26 caracteres. Evite nomes complicados ou muito longos, pois eles podem ser difíceis de lembrar ou digitar. Outrossim, não inicie ou termine o domínio com hífen e evite usar acentos. Embora tecnicamente permitidos, eles podem promover confusão e dificultar a memorização do domínio.

3. Considere usar extensões de domínio locais

Considere usar extensões que destacam sua localização ou superfície de atuação, uma vez que .sampa, .floripa, .rio para cidades brasileiras, ou extensões específicas para profissionais uma vez que nutricionistas, advogados e psicólogos. Isso pode aumentar a relevância e a credibilidade do seu site dentro do seu nicho.

4. Foque na facilidade de sotaque

Escolha um domínio que seja fácil de pronunciar e evite juntar elementos desnecessários, uma vez que números ou letras adicionais. Domínios fáceis de falar são mais facilmente lembrados e compartilhados. Outrossim, se provável, evite trocadilhos e palavras de duplo sentido. Domínios que fazem trocadilhos ou misturam muitas palavras podem ser criativos, mas também podem ser difíceis de lembrar ou entender. Opte por um pouco mais direto e simples.

5. Escolha a extensão correta

Para um domínio profissional, as extensões mais comuns e recomendadas são .com e .com.br. No entanto, se o seu negócio se enquadra em categorias específicas, uma vez que ONGs ou instituições educacionais, extensões uma vez que .org ou .edu podem ser mais apropriadas.

Qual é a relação entre o domínio e hospedagem?

Enquanto o domínio atua uma vez que o endereço do seu site na internet, a hospedagem é o espaço virtual onde seu site vive. Em termos simples, se o domínio é o endereço da sua moradia do dedo, a hospedagem é o terreno onde essa moradia é construída. A hospedagem de sites é um serviço que oferece a infraestrutura necessária para armazenar os arquivos e dados do seu site. Ela inclui servidores, redes e sistemas que mantêm seu site conseguível na internet. Sem hospedagem, seu domínio não teria um sítio físico para subsistir e ser acessado pelos usuários. Existem diferentes tipos de hospedagem disponíveis:

  • Hospedagem gratuita: ideal para projetos pequenos ou pessoais com baixas expectativas de tráfico e funcionalidades;
  • Hospedagem compartilhada: popular entre sites de pequeno e médio porte, oferece um dispêndio conseguível e é adequada para quem está começando;
  • Hospedagem personalizada: planos feitos sob medida para atender necessidades específicas, não tão comuns, mas ideais para quem precisa de uma solução mais adaptada;
  • Servidor Virtual ou VPS (Virtual Private Server): recomendado para sites em prolongamento, com maior demanda de tráfico e uso de recursos;
  • Servidor devotado: indicado para sites com superior volume de tráfico, oferecendo recursos exclusivos e maior desempenho;

Cada tipo de hospedagem tem suas vantagens e limitações, e a escolha depende do tamanho do seu projeto, do volume de tráfico esperado e das funcionalidades que você deseja implementar.

Quanto custa registrar um domínio?

O dispêndio para registrar um domínio pode variar de combinação com vários fatores. Embora existam opções de domínios gratuitos, que geralmente incluem um prefixo do registrador, investir em um domínio pago é o caminho para quem deseja uma presença online mais profissional e duradoura. Veja alguns dos elementos que mais influenciam o preço de um domínio:

  • Projecto escolhido: o dispêndio pode variar conforme o projecto de hospedagem ou serviços adicionais que você escolher;
  • Extensão do domínio: diferentes extensões, uma vez que .com, .net, .org, ou extensões específicas de país, têm preços variados;
  • Moeda sítio e tributação: dependendo do país onde você está registrando o domínio, a moeda e os impostos locais podem afetar o preço final.

Além do dispêndio inicial de registro, é importante considerar custos adicionais uma vez que:

  • Autorrenovação: alguns serviços cobram maquinalmente pela renovação do domínio;
  • Privacidade e Segurança: proteger suas informações pessoais e prometer a segurança do domínio pode ter custos adicionais;
  • Transferência de domínio: se você resolver mudar de registrador, pode possuir taxas envolvidas;

E se você quiser comprar um domínio já existente?

Comprar um domínio já existente de outra pessoa ou empresa pode ser uma opção – mas não uma opção barata, usualmente. Domínios famosos ou de superior valor podem ser vendidos por quantias significativas, uma vez que o exemplo do domínio PNEUS.com.br, vendido por R$ 220 milénio em 2020, de combinação com o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR. ☁️ Você sabia que a Nuvemshop oferece domínio gratuito para todos os seus lojistas? Clique cá para produzir a sua loja virtual agora.

Por que é importante registrar um domínio?

Registrar um domínio é mais do que unicamente comprar um endereço na web; é sobre produzir uma base sólida para a sua presença online, erigir crédito com seu público e fortalecer a identidade e o alcance da sua marca. Em outras palavras, um domínio muito escolhido é um investimento estratégico que pode trazer benefícios significativos a longo prazo para o seu negócio ou projeto online. Vamos explorar as razões pelas quais o registro de um domínio é tão importante:

1. Cria uma primeira sentimento positiva

O seu site muitas vezes é o primeiro contato entre você e seus clientes. Um domínio personalizado e profissional transmite uma imagem de seriedade e confiabilidade. Isso é principalmente vital para sites de Ecommerce ou serviços que exigem um superior nível de crédito dos usuários, uma vez que aqueles que oferecem frete gratuito. Um domínio marcante estabelece sua presença online de forma imediata e eficiente.

2. Fortalece a identidade da marca

Um domínio é a instauração da sua identidade de marca na internet. Escolher um nome que seja memorável e desempenado com sua marca amplia o reconhecimento e valor percebido do seu negócio. Ele se torna uma secção integral da sua estratégia de marketing, representando sua marca em todas as atividades online, desde o marketing do dedo até as redes sociais e campanhas publicitárias. Um domínio poderoso é um pilar importante para a reputação online da sua marca.

3. Potencializa o SEO da sua marca

Embora o nome do domínio por si só não determine o ranqueamento no Google, ele pode influenciar positivamente o SEO do seu site. Um domínio relevante e descritivo pode atrair cliques nos resultados de procura, principalmente de usuários que estão procurando produtos ou serviços específicos.

Aprendeu uma vez que registrar um domínio?

Agora que você já sabe uma vez que registrar um domínio, entende que levante é unicamente o primeiro passo para estabelecer sua presença do dedo. Mas, e depois? Porquê você transforma esse domínio em uma loja virtual próspera e lucrativa? É cá que entra o treinamento Loja Virtual do Zero, oferecido pelo Ecommerce na Prática. Levante é um guia completo que ensina, passo a passo, uma vez que produzir sua loja virtual e deixá-la pronta para vender todos os dias. Levante é o treinamento ideal para quem acha que montar uma loja online é complicado ou para quem não quer fazer isso sozinho! Com o domínio patente e as ferramentas adequadas, o sucesso online está ao seu alcance. Vamos juntos transformar sua teoria em uma veras? Inscreva-se agora:

Perguntas Frequentes

O que é preciso para registrar um domínio?

Para registrar um domínio, você precisa escolher um nome único e uma extensão (.com, .net, etc.), verificar a disponibilidade e escolher um registrador confiável para completar o registro.

Quanto custa para registrar um domínio?

O dispêndio varia conforme a extensão e o registrador escolhido, mas geralmente fica entre R$ 70,00 a R$ 190,00 por mês. Posteriormente o primeiro ano, a renovação pode custar de R$ 70,00 a R$ 80,00 anualmente.

Tem uma vez que registrar um domínio gratuito?

Sim, é provável registrar um domínio gratuito, mas ele geralmente vem com um prefixo do registrador e é mais adequado para sites temporários ou para estabelecer uma presença online inicial.

Qual o melhor lugar para registrar um domínio?

O melhor lugar depende das suas necessidades específicas. Plataformas uma vez que Wix, GoDaddy e Registro.br são populares e oferecem diferentes serviços e preços. Avalie a confiabilidade, dispêndio e suporte ao cliente.